5 startups promissoras para você ficar de olho em 2017

É dever de todo empreendedor se manter atento não só ao que acontece no mercado, mas também às tendências do que está por vir.

Para 2017, espera-se que startups surjam com força total no ramo de inteligência artificial, cybersegurança, tecnologia para agricultura, softwares como serviço, realidade virtual e aumentada, gadgets e objetos inteligentes ou robotizados.

O grande foco ainda é no setor de teconologia, mas cada vez mais percebe-se um movimento que traz a tecnologia para resolver problemas do dia a dia, seja para soluções entre empresas, empresas para clientes ou entre indivíduos – tendência da economia colaborativa.

Confira abaixo algumas dessas startups que poderão ter grande destaque em 2017:

  1. Mist https://www.mist.com/ A solução oferecida pela Mist é trazer wifi de qualidade para hotéis e outros locais de grande circulação e junto disso informações mais precisas de sugestões de restaurantes e outras atrações na área.
  2. Freightos https://www.freightos.com/ A Freightos fornece opções de frete B2B e através dela você consegue comparar e encontrar os melhores valores para transporte da sua carga.
  3. Clari http://www.clari.com/ A Clari usa inteligência artificial para melhorar processos de vendas e conseguir melhores resultados. Cada vez mais estamos vendo a IA ser aplicadanos mais diversos setores.
  4. World View http://worldview.space/ Ainda mais ousada, a Word View enviará balões ao espaço para captar imagens e outros dados que normalmente são obtidos através dos satélites que são muito mais caros do que essa alternativa. A empresa pretende até mesmo enviar pessoas para fazer turismo na estratosfera.
  5. Prospera http://www.prospera.ag/ A ideia do Prospera é trazer a inteligência artificial para a agricultura a fim de possibilitar um plantio mais limpo, saudável e econômico.

Vale a pena ficar de olho nesses setores que só tem a crescer com o surgimento de tantas startups e com tanto investimento que vem recebendo. A tecnologia está cada vez mais deixando de ser algo somente ligado a computadores e smartphones e sendo cada dia mais utilizável, mais tátil e mais próxima do usuário do que apenas através de telinhas ou telonas. Cada vez mais vestiremos tecnologia e a usaremos para melhorar não só a produção de bens, mas também colaborar com o setor de serviços.